Para UE, chance de Brexit sem acordo é “palpável”

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia. Foto: Serviço Fotográfico do Parlamento Europeu

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – O presidente da Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia (UE), Jean-Claude Juncker, disse que o risco de que o Reino Unido saia do bloco europeu sem acordo é “palpável”, mas que vai continuar tentando chegar a um entendimento com os britânicos sobre o Brexit.

Juncker afirmou, em discurso ao Parlamento Europeu, que se reuniu na segunda-feira com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e o negociador-chefe da UE para o Brexit, Michel Barnier.

“Vocês não ficarão surpresos em ouvir que o primeiro-ministro nos garantiu que o Reino Unido continua a querer um acordo. Mas também que, não importa o que aconteça, ele – o Reino Unido – vai sair da União Europeia em 31 de outubro, com um sem acordo. Isso não é novidade. E é por isso que o risco de uma saída sem acordo é palpável”, disse Juncker.

Segundo ele, a Comissão Europeia está preparada para trabalhar “para tentar encontrar as soluções técnicas e políticas de que precisamos, mas não tenho certeza de que chegaremos lá. Ainda resta muito pouco tempo, mas o que sei é que precisamos continuar tentando”.

Juncker disse ainda que se haverá ou não um acordo depende mais das decisões do Reino Unido. Ele reiterou que a UE está aberta a alternativas ao “backstop” na fronteira irlandesa, mas que nenhum progresso real foi alcançado neste ponto, pois Londres não apresentou outro plano.

O primeiro-ministro britânico é contra o “backstop” na fronteira irlandesa, mecanismo que visa a manter a Irlanda do Norte, parte do Reino Unido, temporariamente na união aduaneira do bloco europeu para evitar uma fronteira física com a Irlanda, país membro da UE.