Para Sassoli, solução para crise atual deve ser europeia

186
O presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli / Foto: Parlamento Europeu

São Paulo – A reconstrução econômica é de interesse comum e a solução para a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus deve ser europeia, disse o presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, durante intervenção na reunião do órgão por videoconferência.

“Vamos precisar de todos os instrumentos disponíveis”, afirmou Sassoli, acrescentando que nenhum país conseguirá se recuperar da crise atual sozinho.

Ele disse temer uma “espiral catastrófica” na economia europeia e a incompreensão dos cidadãos caso a União Europeia não consiga “responder em tempo”.

Nesse sentindo, Sassoli sinalizou que é positiva a ideia de apostar no Quadro Financeiro Plurianual (QFP) para a resposta europeia da recuperação não só por ser mais rápido, mas também por reforçar as instituições europeias.

Na semana passada, os eurodeputados aprovaram uma resolução que recomenda a criação dos chamados “recovery bonds” (títulos de recuperação, na tradução livre) que se traduz na emissão de obrigações para o plano de recuperação garantidas pelo orçamento da União Europeia (UE), sem implicar a mutualização da dívida existente, algo que é rejeitado por vários países.