Para Mnuchin, risco de dano é maior se bloqueios durarem muito tempo

301
O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin. Foto: Stephen Jaffe/ FMI

São Paulo – A economia norte-americana está sentindo os efeitos da crise provocada pelo novo coronavírus e esses efeitos devem ser ainda piores se as medidas de bloqueio permaneceram por um longo período, disse o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, em depoimento ao Comitê Bancário do Senado.

“Os riscos de danos permanentes na economia são muitos maiores se os bloqueios durarem muito tempo”, afirmou.

Mnuchin disse que apesar dos esforços da Casa Branca para reabrir a economia, o governo de Donald Trump não permitirá que os trabalhadores voltem às suas atividades sem segurança ou proteções adequadas.

Sobre o mercado de trabalho, o secretário do Tesouro afirmou que os dados devem piorar antes de mostrarem uma recuperação. Em abril, a taxa de desemprego nos Estados Unidos disparou e subiu para mais de 14%, enquanto mais de 20 milhões de vagas foram fechadas no período.

“A principal meta do governo é manter as pessoas empregadas, mas sabemos que os próximos dados de emprego serão ainda piores do que o que já vimos até agora”, disse Mnuchin.

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, que também participa do painel do Senado, afirmou que a chave dos programas de apoio à economia atuais é o emprego. Segundo ele, o emprego apoiará a recuperação da economia.