Países do Mercosul pedem celeridade nas negociações de integração

Bandeira comemorativa de 30 anos do Mercosul / Foto: Mercosul

Buenos Aires – Os países do Mercado Comum do Sul (Mercosul) pediram uma aceleração nas negociações de integração na região e entre outros blocos. A proposta foi feita durante a cúpula virtual em comemoração aos 30 anos do bloco, chefiada pelo presidente da Argentina, Alberto Fernández, que detém a presidência temporária do Mercosul.

“Devemos desembarcar algumas coisas discutidas em reuniões não oficiais, como uma zona de livre comércio. Acreditamos que devemos avançar com os outros blocos. É hora de avançarmos juntos”, disse o presidente uruguaio, Luis Lacalle Pou.

O presidente uruguaio foi quem fez o maior apelo entre os presidentes para acelerar os projetos pendentes do bloco. “O Uruguai precisa que técnica e politicamente o Mercosul tome uma decisão sobre a flexibilidade. Não há tempo para grandes diálogos, é preciso agir”, acrescentou.

Outro líder que destacou a resolução dos projetos pendentes foi o presidente do Chile, Sebastián Piñera, enfatizando a necessidade de “acelerar a implementação dos acordos que foram fechados, mas ainda não foram executados”.

Por outro lado, o presidente Jair Bolsonaro pediu em seu discurso um maior esforço nas negociações externas. “Precisamos redobrar o esforço de negociações externas, com resultados significativos para atrair investimentos, para que nossas economias possam participar ainda mais das cadeias de valor”, disse ele, destacando que é necessário superar lacunas em alguns setores, principalmente o automotivo.

Os presidentes do Paraguai, Mario Abdo Benítez, e da Bolívia, Luis Arce Catacora, também estiveram presentes na cúpula virtual.

Tradução: Carolina Gama