Operadora adia divulgação de balanço para 15 de junho

Foto divulgação: Oi

São Paulo – A Oi, em recuperação judicial, decidiu adiar a divulgação do balanço do primeiro trimestre do ano e do relatório de revisão dos auditores independentes de 28 de maio para o dia 15 de junho, se valendo do decreto 931 que permite a extensão do prazo de divulgação devido à crise causada pela pandemia do coronavírus.

Segundo a companhia, neste momento todos os esforços estão voltados para viabilizar o protocolo junto à 7a Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro da proposta de aditamento do seu plano de recuperação judicial.

Porém, como forma de garantir a expectativa do mercado, optou por antecipar alguns números do primeiro trimestre, entre eles o ebitda de rotina, que considera os efeitos do IFRS 16, que alcançou R$ 1,481 bilhão no período, e o caixa da companhia que atingiu R$ 6,310 bilhões.

A operadora ressaltou ainda que pretende divulgar o balanço de maneira coordenada com a divulgação da proposta de aditamento, no dia 15 de junho, possibilitando melhor visibilidade e compreensão pelo mercado, de forma mais contextualizada e abrangente.