Opep reduz projeção de demanda global por petróleo

Por Cristiana Euclydes

petróleo plataforma petrolífera
A plataforma Thunder Horse, operada pela BP em parceria com a Exxon Mobil, no Golfo do México, nos Estados Unidos. Foto: Divulgação/ BP

São Paulo – A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) revisou para baixo sua projeção de crescimento da demanda global por petróleo para este ano, pela segunda vez em três meses, refletindo as incertezas relacionadas ao crescimento da economia global.

Segundo relatório mensal da Opep, a demanda global pela commodity deve subir em 1,10 milhão de barris por dia (bpd) este ano ante 2018, somando 99,92 milhões de bpd, após a projeção de alta de 1,14 milhão de bpd feita no relatório do mês anterior. Para 2020, a previsão de crescimento na demanda ficou em 1,14 milhão de bpd, somando 101,05 milhões de bpd.

“Grandes incertezas permanecem. Enquanto a previsão de crescimento econômico atualmente não assume riscos adicionais até que eles realmente se concretizem, e, em particular, que as questões relacionadas ao comércio não aumentem ainda mais, o risco de queda para o crescimento econômico mundial é predominante”, segundo a Opep.

A redução na projeção da demanda reflete ainda a menor procura nos países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) da América, na Ásia e no Oriente Médio. Na Europa, “sinais de estagnação econômica em partes da região representam uma incerteza considerável sobre a demanda de petróleo em 2019 e 2020”.

OFERTA

A Oprp também revisou para baixo a projeção para a produção dos países de fora do cartel para este ano e o próximo. O fornecimento dos países não membros da Opep deve avançar em 1,97 milhão de bpd este ano, em base anual, para 64,39 milhões de bpd, após a projeção de alta de 2,69 milhões de bpd do relatório anterior.

A revisão para baixo este ano reflete a projeção mais fraca para a produção nos Estados Unidos, Brasil, Tailândia e Noruega, apesar na maior oferta no Canadá.

Para 2020, a previsão de crescimento na demanda dos países de fora da Opep foi revisada para baixo em 50 mil bpd, em 2,39 milhão de bpd, somando 66,78 milhões de bpd, refletindo a expectativa por oferta menor no Brasil.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com