OMS vai monitorar formação de coágulo em vacina contra covid-19 da J&J

Foto: Brian Hoskins / freeimages.com

São Paulo – A Organização Mundial da Saúde (OMS) aguardará e, posteriormente, monitorará as análises de segurança da vacina contra a covid-19 da Johnson & Johnson conduzidas por agências médicas nacionais, depois que os reguladores dos Estados Unidos recomendaram uma pausa no uso do imunizante com relatos de coagulação sanguínea, disse um representante da OMS para a agência de notícias “Sputnik”.

“Estamos observando de perto, aguardando as análises da EMA [Agência Europeia de Medicamentos] e da FDA [Food and Drug Administration, a Anisa dos Estados Unidos] e monitorando o banco de dados global de relatórios de eventos adversos para ver se houve casos em qualquer outro lugar. Vai demorar um pouco para revisar os dados “, disse um representante da OMS em um comunicado por escrito.

Em um acompanhamento, o representante da OMS confirmou que a organização estava em contato próximo com os reguladores médicos relevantes enquanto a revisão da vacina da Johnson & Johnson era conduzida.

“A OMS está monitorando de perto e está em contato próximo com a EMA, FDA e outros reguladores em todo o mundo. Estamos ansiosos para revisar as descobertas da EMA e dos Estados Unidos”, disse o representante.

O Comitê Consultivo Global da OMS sobre Segurança de Vacinas está monitorando os relatórios de efeitos colaterais adversos da vacina d Johnson & Johnson e comunicará suas descobertas assim que uma revisão interna for concluída, acrescentou o representante.

A FDA e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês) emitiram uma declaração mais cedo recomendando uma pausa no uso da vacina da Johnson & Johnson após relatos de que alguns indivíduos que receberam injeções desenvolveram um raro distúrbio de coagulação do sangue.

A Johnson & Johnson disse em um comunicado à imprensa que atrasará o lançamento de sua vacina na Europa como medida de precaução.