OMS pede cautela sobre liberação de vacina da Pfizer contra a covid-19

205
Foto: Brian Hoskins / freeimages.com

São Paulo – A Organização Mundial de Saúde (OMS) pediu cautela com a possível liberação da vacina contra a covid-19 que está sendo desenvolvida pela Pfizer depois que a empresa informou que poderá pedir uma autorização de emergência até novembro.

“Para qualquer vacina – e para essa não é diferente – precisamos de dados suficientes sobre segurança e eficiência para a liberação. Devemos fazer essa análise nas próximas semanas”, disse a cientista chefe da OMS, Soumaya Swaminathan, em coletiva de imprensa.

A Pfizer, que está desenvolvendo sua vacina candidata com a parceira alemã BioNTech, disse que continua esperando ter dados sobre a eficácia da vacina – se ela protege pelo menos a maioria das pessoas vacinadas contra a doença – no final deste mês. Em seguida, espera ter dados sobre a segurança do medicamento até a terceira semana de novembro.

Assumindo resultados positivos com os dois conjuntos de dados, a Pfizer disse que então planeja solicitar a autorização de uso de emergência para a vacina nos Estados Unidos da Food and Drug Administration (FDA, correspondente da Anvisa no Brasil) logo após receber os dados de segurança.

De acordo com Swaminathan, existem no mundo atualmente 15 vacinas contra a covid-19 em ensaios clínico, com dez delas na etapa de testes finais.