OMS diz que vacina contra o novo coronavírus está próxima

577
Bandeira com o símbolo da Organização Mundial da Saúde (OMS). (Foto: Missão dos EUA/Eric Bridiers)

São Paulo – O desenvolvimento de uma vacina e de um tratamento contra o novo coronavírus está cada vez mais próximo, disse o chefe da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva.

“Todos os dias desaceleramos a epidemia de Covid-19 e, com isso, os governos podem preparar seus profissionais de saúde para detectar, testar, tratar e cuidar de pacientes. Estamos mais próximo de vacinas e tratamentos que, por sua vez, podem prevenir infecções e salvar vidas “, afirmou.

Segundo ele, até o momento, a OMS recebeu pedidos de revisão e aprovação de 40 testes de diagnóstico e 20 vacinas estão em desenvolvimento, além de muitos ensaios clínicos de tratamentos que estão em andamento.

Dados coletados nas últimas 24 horas pela OMS indicam que 2.736 casos do novo coronavírus foram relatados em 47 países. Atualmente, existem 98.023 casos registrados globalmente e 3.380 mortes. “Agora estamos prestes a atingir 100 mil casos confirmados”, disse Ghebreyesus.

Durante entrevista coletiva, o chefe da OMS fez um apelo para que os suprimentos desses medicamentos estejam disponíveis, caso sejam eficazes. Segundo ele, a OMS vem monitorando o risco potencial de interrupção do fornecimento de medicamentos como resultado da epidemia do novo coronavírus.

“A OMS está trabalhando em estreita colaboração com associações da indústria, reguladores e outros parceiros para monitorar esse risco, e até agora não identificamos nenhuma escassez específica iminente”, afirmou Ghebreyesus.

“Muitos fabricantes têm fontes alternativas de ingredientes ou dispõem de estoques. A fabricação foi retomada na maioria das regiões na China, embora ainda existam alguns desafios”, acrescentou.