Não vamos aumentar impostos então precisamos do controle de gastos

183
O ministro da Economia, Paulo Guedes, faz palestra de encerramento do Seminário de Abertura do Legislativo de 2020. (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)

Brasília – O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a afirmar que não irá aumentar impostos e, portanto, é necessário fazer o controle dos gastos público. “Nós não vamos aumentar os impostos, então precisamos do controle de gastos. O teto de gastos é um símbolo, uma bandeira, que acabou virando uma barreira contra a irresponsabilidade e o aumento das finanças públicas”, afirmou em participação no Encontro Nacional de Comércio Exterior.

Guedes defendeu que é preciso mudar o eixo da economia brasileira de forma a reduzir os investimentos dirigidos pelo governo, que foi se perdendo ao longo do caminho em diversos casos de corrupção.

“Fomos perdendo os objetivos de investimento e a capacidade financeira. A proposta que temos é continuar a transformação que a democracia exige, transformar o estado em direção ao social, em direção ao atendimento das legitimas aspirações sociais de uma democracia emergente e para isso precisamos transformar a dinâmica”.

Segundo o ministro, o Brasil está oficialmente saindo da recessão e agora o desafio da economia é transformar a recuperação cíclica que está ocorrendo em uma recuperação de investimentos nos próximos dois anos.

“A economia está voltando, estamos saindo da recessão e retomando o crescimento econômico. O desafio é transformar essa recuperação cíclica dos últimos três meses em uma retomada do crescimento sustentável. Em vez de uma onda de consumo em forte recuperação cíclica expandindo a utilização da capacidade ociosa, transformar isso na ampliação da capacidade produtiva, transformando isso em investimentos”, afirmou.