Câmara dos EUA não aceitará acordo “magro” e negociação continua, diz Pelosi

134
A líder do Partido Democrata na Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Nancy Pelosi

São Paulo — A presidente da Câmara dos Deputados, Nancy Pelosi, afirmou que um acordo de auxílio contra a crise do novo coronavírus em uma versão “magra” não será aceita e que os deputados democratas estão comprometidos a ficarem no Congresso até que uma proposta “razoável” seja acordada.

“Os republicanos querem uma versão ‘magra’ do acordo para depois aumentarem o pacote, mas não há depois nessa administração, sabemos bem”, disse ela em entrevista ao canal de televisão CNBC. “Precisamos oferecer apoio à população e aos negociantes agora, um apoio completo. Por isso, não vamos aceitar essa versão”.

Pelosi destacou que a economia norte-americana é baseada no consumo e, por isso, é necessário que as pessoas tenham dinheiro para gastarem e, assim, estimularem de forma correta os negócios. “O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) está fazendo o possível, mas sem a nossa parte na questão, oferecendo auxílio suficiente, a economia continuará capenga”, disse ela.

A presidente da Câmara também afirmou que os deputados democratas estão comprometidos a permencerem no Congresso norte-americano até que um acordo seja alcançado. “Iremos ficar até que tenhamos algo apresentável”, disse ela.