Na contramão, Ibovespa fecha em queda com política local

1080
Mercado Gráfico Percentual
Foto: Svilen Milev / freeimages.com

O Ibovespa seguiu na contramão dos principais mercados internacionais e fechou em queda, descolando-se da retomada do apetite por risco que impulsionou outras praças. Analistas consultados pela Agência CMA disseram ter observado um grande fluxo de saída de investidores estrangeiros preocupados com a disputa na presidência da Câmara, que se encerrará no início de fevereiro.

A bolsa até abriu em alta diante da retomada do apetite por risco no exterior em um dia no qual os negócios são retomados em Wall Street depois de um feriado prolongado nos Estados Unidos enquanto investidores acompanham a divulgação de resultados trimestrais. Momentos depois, entretanto, a bolsa passou a cair com os investidores levando em conta os riscos locais e assim permaneceu até o final, mas recuperou parte das perdas no fim da sessão e encerrou em queda de 0,40%, aos 120.636,39 pontos, depois de atingir a mínima intraday de 119.257,03 pontos.

O dólar comercial fechou em alta de 0,75% no mercado à vista, cotado a R$ 5,3450 para venda, em sessão de forte volatilidade e amplitude, refletindo a cautela local em meio às incertezas em torno das vacinas contra a covid-19 de refletindo a falta de planejamento na distribuição e à escalada nas preocupações com o cenário fiscal e político.

O diretor da Correparti, Ricardo Gomes, destaca que investidores renovaram “o descrédito das autoridades”, desta vez, com o processo logístico de distribuição das vacinas contra as covid-19 e da consequente lentidão do início de vacinação. “O que levou investidores à fuga dos ativos de risco e ao refúgio no dólar”, diz.

A combinação de resultados trimestrais que superaram projeções e a garantia de Janet Yellen de que a gestão de Joe Biden vai fornecer amplo apoio à economia ajudaram os principais índices do mercado de ações norte-americano a encerrarem o dia em alta na volta do feriado que manteve as negociações de ontem suspensas.

Confira abaixo a variação e a pontuação dos principais índices de ações dos Estados Unidos no fechamento:

Dow Jones: +0,38%, 30.930,52 pontos
Nasdaq Composto: +1,53%, 13.197,20 pontos
S&P 500: +0,81%, 3.798,91 pontos