Moody’s eleva nota de crédito da Suzano para Baa3

São Paulo – A agência de classificação de risco Moody’s elevou a nota da Suzano para Baa3, com perspectiva estável.

Segundo a agência, a elevação do rating da Suzano “reflete a melhoria na qualidade de crédito da empresa apoiada por uma forte execução operacional e estratégia financeira conservadora, que já resultou em menor alavancagem, maiores margens de ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), menores custos e maior liquidez no final de 2020 em comparação com 2019.”

A Moody’s explica que a perspectiva estável reflete a expectativa de que os indicadores de crédito da Suzano vão melhorar até 2021, apesar dos níveis de dívida mais elevados para financiar a compra da Fibria.

“A Moody’s espera que a empresa continue reduzindo os níveis de dívida e trabalhando na gestão de passivos para lidar com o curto prazo vencimentos, reduzindo gradualmente a alavancagem e o risco de liquidez ao longo dos próximos 12 a 18 meses.”, disse a agência.

Bruno Soares / Agência CMA

Copyright 2021 – Grupo CMA