Moderna pedirá autorização para vacinar adolescentes contra a covid-19 nos EUA

Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – A Moderna informou que sua vacina contra a covid-19 apresentou um bom desempenho em um teste com adolescentes, o que deve levar a farmacêutica a solicitar autorização de emergência aplicar doses nessa faixa da população norte-americana no próximo mês.

Atualmente, a vacina da Moderna contra a covid-19 está liberada apenas para pessoas com mais de 18 anos nos Estados Unidos. No último dia 10, a Food and Drug Administration (FDA, equivalente a Anvisa no Brasil) expandiu o uso do imunizante da Pfizer para adolescentes de 12 a 15 anos.

A Moderna informou que as respostas imunológicas induzidas por sua vacina em menores são comparáveis ​​às dos adultos em estudos realizados no ano passado. Além disso, não houve casos de sintomas entre os que receberam o imunizante, sugerindo que é 100% eficaz em adolescentes, embora poucos dos 3.700 menores do estudo tenham ficado doentes.

De acordo com dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), considerando os norte-americanos com idade igual ou superior a 12 anos, 130.607.271 foram completamente vacinados, o que representa 46,6% do total, enquanto 163.805.654 receberam ao menos a primeira dose da vacina, ou 58,5%.