Mnuchin afirma que Casa Branca não desistirá de acordo sobre estímulos

144
O secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin / Foto: Casa Branca

São Paulo – O secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, afirmou que o governo do presidente Donald Trump não irá desistir de tentar alcançar um acordo com os democratas do Congresso para um novo pacote de auxílios.

“A Casa Branca não permitirá que diferenças sobre as metas de financiamento para os testes da covid-19 interrompam as negociações de estímulo”, afirmou ele em entrevista ao canal de televisão “CNBC”.

Segundo Mnuchin, a presidente da Câmara dos deputados, Nancy Pelosi, principal negociadora dos democratas, identificou a testagem de covid-19 como um dos principais pontos nas negociações.

“Esse problema está sendo exagerado”, disse Mnuchin. “Concordamos em US$ 178 bilhões em geral para a saúde. É uma quantidade extraordinária de dinheiro. Nós concordamos com os democratas com US$ 75 bilhões indo para teste e rastreamento de contato.”

“Nosso foco é a linguagem em torno dos testes”, acrescentou. “Quando eu falar com Pelosi hoje, vou dizer a ela que não vamos deixar o problema do teste atrapalhar. Iremos fundamentalmente concordar com a linguagem que ela propor, sujeito a apenas algumas pequenas correções. Mas essa questão está sendo exagerada”, disse ele.

Mnuchin também voltou a afirmar que “iremos continuar tentando um acordo”, dizendo que o governo Trump não desistirá de encontrar um pacote de auxílio.