Ministro de Finanças do Canadá renuncia em meio a escândalo sobre ONG

178
Foto: Nações Unidas

São Paulo – O ministro de Finanças do Canadá, Bill Morneau, renunciou de seu cargo no gabinete e como parlamentar do distrito Toronto Centre após semanas de análise por seu papel em um escândalo que afetou o governo do primeiro-ministro Justin Trudeau. As informações são da agência de notícias “Sputnik”.

“Vou deixar o cargo de Ministro de Finanças e Membro do Parlamento pelo Toronto-Centre”, disse Morneau a repórteres ontem.

Trudeau e Morneau sofreram uma reação adversa depois que várias investigações revelaram laços estreitos entre suas famílias e a WE Charity, que recebeu um contrato de US$ 670 milhões para administrar um programa de voluntariado estudantil patrocinado pelo governo.

Morneau tem enfrentado críticas crescentes depois de admitir que aceitou viagens com despesas pagas da WE Charity, em meio a um panorama fiscal intrigante resultante da pandemia de covid-19.

De acordo com a rede de televisão canadense “CTV”, Trudeau vai escolher a vice-primeira-ministra Chrystia Freeland como a nova ministra de Finanças.