Microsoft anuncia discussões para compra do TikTok nos Estados Unidos

As negociações ocorrem depois de Trump ter afirmado que deve proibir as operações do aplicativo chinês nos Estados Unidos

151
tiktok, celular
O aplicativo chinês TikTok é um dos mais populares no mundo/ Créditos: Pixabay

São Paulo – A Microsoft anunciou que está conversando sobre uma possível compra do aplicativo chinês TikTok nos Estados Unidos. As negociações surgiram depois que o presidente norte-americano, Donald Trump, dizer que deve proibir o software de atuar no país devido a preocupações com o envio de informações dos usuários para o Partido Comunista Chinês (PCC).

“A Microsoft entende totalmente a importância de abordar as preocupações do Presidente. Estamos comprometidos em adquirir o TikTok, sujeitá-lo a uma revisão completa da segurança e a fornecer benefícios econômicos adequados aos Estados Unidos, incluindo o Tesouro dos Estados Unidos”, afirmou a empresa em comunicado.

De acordo com a companhia norte-americana, as discussões devem prosseguir nas próximas semanas com a controladora do TikTok, a ByteDance, e uma decisão deve ser feita até no máximo 15 de setembro de 2020. “Durante esse processo, a Microsoft espera continuar o diálogo com o Governo dos Estados Unidos, inclusive com o presidente”, segundo o anúncio.

A Microsoft explicou que uma notificação ao Comitê de Investimentos Estrangeiros nos Estados Unidos (CFIUS) foi enviada relatando os interesses de ambas as empresas antes das negociações se iniciarem.

“As duas empresas notificaram sua intenção de explorar uma proposta preliminar que envolveria a compra do serviço TikTok nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia e resultaria na posse e operação da TikTok nesses mercados. A Microsoft pode convidar outros investidores americanos a participar minoritariamente nesta compra”, afirma a companhia norte-americana.

A nova estrutura do aplicativo, de acordo com o comunicado, “se baseará na experiência que os usuários do TikTok atualmente adoram e irá adicionar proteções de segurança, privacidade e segurança digital de classe mundial. O modelo operacional do serviço seria construído para garantir transparência aos usuários, bem como a supervisão de segurança apropriada pelos governos desses países”.

Por fim, a Microsoft se compromete a garantir “que todos os dados privados dos usuários norte-americanos da TikTok sejam transferidos e permaneçam nos Estados Unidos. Na medida em que esses dados estejam atualmente armazenados ou em backup fora dos Estados Unidos, a Microsoft garantirá que esses dados sejam excluídos dos servidores fora do país após a transferência”.