MERCADO AGORA: Veja um sumário dos negócios até o momento

1520

São Paulo – O Ibovespa busca uma recuperação após dois pregões de fortes quedas e acelerou ganhos com as Bolsas norte-americanas, que avançam em meio a dados mais fortes de criação de empregos e expectativa por um acordo sobre um novo pacote de estímulos econômicos, o que reduz impactos negativos da avaliação do primeiro debate presidencial no país.

Por volta das 13h30 (horário de Brasília), o Ibovespa registrava alta de 1,33%, aos 94.827,93 pontos. O volume financeiro do mercado era de aproximadamente R$ 12,5 bilhões. No mercado futuro, o contrato de Ibovespa com vencimento em outubro de 2020 apresentava avanço de 1,49%, aos 94.855 pontos.

Na cena doméstica, a situação fiscal segue trazendo preocupações, principalmente depois da manobra fiscal que o governo pretende fazer para custear o programa Renda Cidadã, mas ainda há rumores de que o governo pode voltar atrás na decisão. Além disso, papéis ligados a commodities, como os de siderúrgicas e os da Vale aceleraram ganhos e dão impulso ao índice.

Nos Estados Unidos, foi divulgada a criação de 749 mil vagas no setor privado em setembro, acima das 600 mil vagas previstas pelo mercado, o que pode minimizar o impacto negativo do debate entre o presidente Donald Trump e o democrata Joe Biden, que foi visto como caótico.

Há pouco, o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, também disse estar esperançoso de que um acordo seja feito com democratas sobre o novo pacote de auxílio.

Já no Brasil, a situação fiscal segue sendo monitorada com desconfiança. Para o sócio da DNAinvest, Leonardo Ramos, investidores aproveitam algumas ações que ficaram mais baratas nos últimos pregões, mas o cenário segue de incertezas.

“Pegou muito mal a decisão do governo [sobre o Renda Cidadã], que tem que sinalizar que vai ter controle de gastos, se não o mercado não perdoa. Mesmo que ele volte atrás, o mercado vai ficar com um pé atrás e a comunicação está muito ruim. A agenda de reformas e privatizações também está ficando de lado”, disse.

Entre as ações, as maiores altas do Ibovespa são das siderúrgicas CSN (CSNA3) e da Gerdau Metalúrgica (GOAU4 5,18%), em dia de alta dos preços do minério de ferro e após o Credit Suisse ter elevado a recomendação da CSN para compra, vendo uma demanda de aço maior do que o previsto. Os papéis da Raia Drogasil (RADL3 5,51%) também estão entre as maiores altas depois que a companhia anunciou que projeta a abertura de 240 lojas em 2021 e mais outras 240 em 2022.

O dólar comercial opera com forte volatilidade na primeira parte dos negócios, nos sinais negativo e positivo, refletindo uma disputa acirrada entre comprados e vendidos na formação de preço da taxa Ptax – média das cotações apuradas pelo Banco Central (BC) – de fim de mês. No exterior, investidores digerem o primeiro debate na corrida presidencial norte-americana e números de atividade. Diante disso, a moeda estrangeira perde terreno para as divisas de países emergentes.

Por volta das 13h30, o dólar comercial registrava queda de 0,03%, sendo negociado a R$ 5,6400 na venda. No mercado futuro, o contrato da moeda norte-americana com vencimento em outubro de 2020 apresentava ligeiro avanço de 0,07%, cotado a R$ 5,641.

“Os comprados estão mais a fim de jogo do que os vendidos”, diz o diretor superintendente de câmbio da Correparti, Jefferson Rugik. Ele acrescenta que, agora, os vendidos tentam reverter com a ajuda do exterior, onde o dólar opera mais fraco ante as divisas emergentes.

“Hoje é briga de ‘cachorro grande’ porque o dólar poderia estar caindo mais se acompanhasse o exterior, até abaixo do R$ 5,60. A volatilidade e a amplitude é por conta da briga [pela Ptax] mesmo”, reforça.

No exterior, investidores mostram “decepção” com o debate de ontem entre o presidente Donald Trump e o candidato democrata Joe Biden. Foi o primeiro embate da corrida presidencial, avalia o economista-chefe da SulAmérica Investimentos, Newton Rosa.

“Sem propostas concretas, o debate se concentrou em ataques pessoais, poucas avaliações sobre o futuro da economia norte-americana e sobraram insinuações quanto à lisura do pleito, onde deve predominar o voto pelo correio”, pondera.

Rosa lembra que, enquanto isso, a discussão sobre um novo pacote de estímulo fiscal segue “emperrada” no Congresso dos Estados Unidos, ao mesmo tempo em que a pandemia do novo coronavírus avança em várias partes do mundo.

Após alternarem altas e baixas nos primeiros minutos de pregão, as taxas dos contratos de juros futuros (DIs) firmaram-se em queda, acompanhando a tentativa de recuperação dos demais ativos locais. A melhora do ambiente no exterior também ajuda na devolução de prêmios, mas as incertezas fiscais no Brasil limitam o movimento da curva a termo.

Às 13h30, o DI para janeiro de 2022 tinha taxa de 3,08%, de 3,17% no ajuste anterior; o DI para janeiro de 2023 projetava taxa de 4,54%, de 4,66% após o ajuste ontem; o DI para janeiro de 2025 estava em 6,51%, de 6,62%; e o DI para janeiro de 2027 tinha taxa de 7,50%, de 7,60%, na mesma comparação.