MERCADO AGORA: Veja um sumário dos negócios até o momento

2084

São Paulo – O Ibovespa apagou os ganhos iniciais do pregão de hoje em meio a um movimento de realização de lucros, disseram analistas. Próximo de zerar as perdas em 2020, o principal índice do mercado brasileiro de ações protagoniza um rali desde novembro e acumula até o momento seis semanas seguidas de alta.

Por volta das 13h30 (horário de Brasília), o Ibovespa registrava queda de 0,16%, aos 114.942,76 pontos. O volume financeiro do mercado era de aproximadamente R$ 13,9 bilhões. No mercado futuro, o contrato de Ibovespa com vencimento em dezembro de 2020 apresentava recuou de 0,21%, aos 114.940 pontos.

O dólar comercial inverteu o sinal frente ao real e renova máximas sucessivas em movimento local de ajuste de posições após se aproximar dos R$ 5,00, no menor valor intraday em seis meses. No exterior, a moeda perde terreno para a maioria das moedas pares e de países emergentes em meio ao otimismo global com o início da vacinação contra a covid-19 nos Estados Unidos.

Por volta das 13h30, o dólar comercial registrava alta de 1,30%, sendo negociado a R$ 5,1130 para venda. No mercado futuro, o contrato da moeda norte-americana com vencimento em janeiro de 2021 apresentava avanço de 0,93%, cotado a R$ 5,113.

O diretor superintendente de câmbio da Correparti, Jefferson Rugik, diz que após a moeda se aproximar do “importante piso” de R$ 5,00, um movimento local, de compras por importadores e empresas, levou a moeda a virar o sinal. “O dólar ficou barato depois de tentar furar os R$ 5,00 e, por enquanto, parece que está resistindo a este patamar”, avalia.
Apesar de oscilar no mercado doméstico, lá fora, o dia é de busca por risco com investidores “esperançosos” com o início da vacinação nos Estados Unidos contra o novo coronavírus com o medicamento da Pfizer e da BioNTech.

“Ao mesmo tempo em que avaliam os efeitos negativos da nova onda de covid-19 sobre a economia global e com investidores animados com o entendimento entre democratas e republicanos que deverão apresentar hoje no Congresso um novo pacote de ajuda fiscal no valor de US$ 908 bilhões. Mas ainda não há garantias de aprovação”, destaca o economista-chefe da SulAmérica Investimentos, Newton Rosa.

As taxas dos contratos futuros de juros (DI) apresentam ligeira alta na sessão de hoje, acompanhando o pequeno avanço do dólar comercial frente ao real e também na expectativa pela divulgação do Relatório Trimestral de Inflação (RTI) e da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).

Às 13h30, o DI para janeiro de 2022 tinha taxa de 3,05%, de 3,025% no ajuste anterior; o DI para janeiro de 2023 projetava taxa de 4,405%, de 4,330%; o DI para janeiro de 2025 estava em 5,99%, de 5,89%; e o DI para janeiro de 2027 tinha taxa de 6,84%, de 6,72%, na mesma comparação.