MERCADO AGORA: Veja um sumário do comportamento dos negócios até o momento

Por Gustavo Nicoletta

São Paulo – O comentário do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o governo estuda liberar recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para injetar ânimo na economia caso as reformas econômicas – entre elas a da Previdência – sejam aprovadas ajuda a aumentar o apetite por risco brasileiro, mesmo diante de dados negativos sobre o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre.

Às 13h30 (de Brasília), o Ibovespa subia 1,03%, para 97.567 pontos, e o contrato futuro do índice com vencimento em junho avançava 1,25%, aos 97.755 pontos. No mercado de câmbio, o dólar caía 0,30%, aos R$ 3,9640 para a venda no pregão à vista, enquanto o contrato futuro da moeda com vencimento em junho recuava 0,28%, aos R$ 3.963,50.

Segundo o gerente da mesa de operações da H.Commcor, Ari Santos, todo o contexto de melhora do cenário doméstico ajuda o Ibovespa a ter um mais um dia positivo e acelerar ganhos. A fala de Guedes traz confiança ao mercado de que a economia também pode ser destravada e não só com a reforma da Previdência.

“Já há um clima melhor do Congresso com o presidente e há expectativa de melhora econômica, de que a economia destrave. Se colocar dinheiro na economia ajuda”, afirmou Santos.

O diretor de uma corretora nacional disse que o mercado acabou deixando em segundo plano dados que mostraram contração de 0,2% no PIB do primeiro trimestre na comparação com os últimos três meses do ano passado porque o resultado, apesar de negativo, já estava “cantado”.

Entre os juros, as taxas dos contratos de o DI para janeiro de 2020 caíam a 6,310%, de 6,33% no ajuste de ontem; o DI para janeiro de 2021 estava em 6,53%, de 6,60% após o ajuste anterior; o DI para janeiro de 2023 tinha taxa de 7,59%, de 7,66%.

“O cenário externo ensaia um alívio hoje, após dias mais pressionado, e esse movimento ajuda na melhora dos ativos locais”, afirma o operador de renda fixa da Renascença Corretora, Luís Felipe Laudísio. Outro profissional, da mesa de derivativos de uma corretora nacional, observa que a calmaria no cenário político também contribui na melhora local.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com