MERCADO AGORA: Veja um resumo dos negócios até o momento

116

São Paulo – A perspectiva de que o próximo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciará um pacote de US$ 2 trilhões para estimular a economia norte-americana mantém elevado o apetite por risco no mercado global e contribui para a alta do Ibovespa e a queda do dólar e das taxas de juros.

“A possibilidade de ocorrer o anúncio de um pacote fiscal trilionário ainda hoje, por Biden, está fazendo com que os mercados globais avancem”, comenta o trader da mesa de câmbio da Travelex Bank, Thiago Penteado, acrescentando que investidores também estão atentos ao discurso do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, em um evento virtual à tarde.

Por volta das 13h30 (de Brasília), o Ibovespa subia 0,82%, a 122.398 pontos, enquanto o dólar comercial recuava 1,75%, a R$ 5,2190. Entre os juros, as taxas dos contratos de DI para janeiro de 2022 recuavam a 3,23%, de 3,25% ontem, e as taxas para janeiro de 2023 caíam a 4,950%, de 5,035%.

Entre os juros, também pesam fatores como os sinais de forte demanda por títulos públicos em leilão ocorrido mais cedo e a expectativa de que o Comitê de Política Monetária (Copom) removerá do comunicado mais cedo do que se previa o trecho que garante a manutenção da Selic na mínima histórica de 2% ao ano.