Mais reformas serão apresentadas dia 5, diz Bolsonaro

Por Gustavo Nicoletta

Presidente Jair Bolsonaro durante encontro com lideranças empresariais e cerimônia de entrega da Ordem do Mérito Industrial São Paulo. (Foto: Alan Santos/PR)

São Paulo – O ministro da Economia, Paulo Guedes, apresentará amanhã ao Congresso um novo pacote de reformas que incluirá novas regras para o funcionalismo público e para o gerenciamento do orçamento federal, segundo o presidente Jair Bolsonaro.

Em entrevista à rede de televisão Record, os projetos têm como objetivo “deixar o estado mais leve, mais enxuto”. Ele disse que discutirá os planos com Guedes hoje. As agendas de Bolsonaro e do ministro preveem uma reunião entre os dois às 14h desta segunda-feira.

Bolsonaro disse ontem à Record que, sob as regras que serão propostas, os novos servidores públicos perderão a estabilidade no emprego, que continuará em vigor para os servidores antigos e para os policiais e as forças armadas.

“A questão do servidor público, fizeram maldade comigo, disseram que ia buscar quebra da estabilidade. O que nós pretendemos fazer é quem tomar posse não tem mais estabilidade. Qualquer contratação daqui pra frente o outro prefeito, uma vez assumindo, pode demitir esta pessoa”, disse Bolsonaro.

Outro projeto prevê dar maior liberdade para a elaboração do orçamento federal, liberando recursos que hoje só podem ser gastos em áreas específicas para serem direcionados a áreas que o Congresso determinar como sendo mais importantes.

“Nós queremos, o que o governo quer é deixar para o parlamento fazer isso. O global vai para o parlamento e o parlamento pode decidir se vai dar mais ou menos para a Saúde e Educação. É o parlamento que vai continuar gerindo para onde vão esses recursos. O Executivo está abrindo mão disso. Ninguém vai sumir com o recurso. O recurso vai para o parlamento e parlamento vai decidir o que tem que fazer”, disse Bolsonaro na entrevista à Record.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com