Maior ameaça para país é um governo de extrema-esquerda, diz Fox

Por Carolina Pulice

São Paulo – O secretário de Estado do Reino Unido, Liam Fox, disse que, independente do candidato conservador que vencer, o mais importante é evitar que a extrema-esquerda assuma o governo britânico, se referindo à tentativa do líder da oposição, Jeremy Corbyn, de convocar novas eleições gerais.

Fox, que é membro do partido Conservador, já declarou abertamente seu apoio ao candidato Jeremy Hunt para assumir o cargo como primeiro-ministro britânico. Porém, disse que apoiaria o candidato favorito a vencer a votação, Boris Johnson, porque seu partido “deve ficar unido”. “Temos que permanecer unidos como partido, porque a real ameaça para o governo britânico é um governo de extrema-esquerda”, disse.

A votação para escolher o líder do partido Conservador e primeiro-ministro do Reino Unido vai acontecer no fim de julho. Por enquanto, o embate principal se dá por conta dos comentários de Boris Johnson sobre realizar um Brexit – processo de separação da União Europeia (UE) – sem acordo.

Ontem, Johnson disse que o Reino Unido deveria deixar a UE “com ou sem um acordo” no dia 31 de outubro. No entanto, ele também disse que a chance de não ter um acordo era de “uma em um milhão”.

Para o secretário de Estado, a decisão não depende unilateralmente do novo primeiro-ministro, e que um acordo deve ser parte de um “processo democrático de ambos os lados [Reino Unido e do bloco europeu]”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com