Lula está à disposição para conversar com Lira e Pacheco, garante Randolfe

124

São Paulo, 22 de abril de 2024 – O líder do governo no Congresso, senador Randolfe Rodrigues, disse, em entrevista à Globo News, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, está à disposição dos presidentes da Câmara, Arthur Lira, do Senado, Rodrigo Pacheco, e dos líderes das duas casas para reuniões, visando encaminhar as pautas de votações nesta semana. “A articulação nas casas está arrumada, mas é sempre bom requisitar a participação do presidente Lula nas negociações”, acrescentou.

 

Segundo o senador, o roteiro das conversas deve iniciar com os presidentes das casas, em agendas que deverão ser definidas logo pelo presidente Lula. Desde a semana passada passada o governo está se agilizando para tentar desarmar pautas-bomba na Câmara e no Congresso. Na avaliação de Randolfe, há assuntos importantes na pauta econômica que precisam avançar, como a MP da reoneração da folha de pagamentos e a regulamentação da reforma tributária.

 

Sobre a PEC dos Quinquênios, o senador afirmou que esta não é oportuna no momento em que o governo tenta organizar as contas públicas e que há setores dos servidores sem ganhar reajustes. “Nosso apelo vai ser pelo bom senso na avaliação destas pautas”, acrescentou Rodrigues.

 

O senador acredita que a PEC, aprovada na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), não seja aprovada no plenário e, portanto, não deverá chegar à Câmara. “No meu ver, a proposta não tem maioria para ser aprovada no plenário do Senado”, projetou.

 

Em relação à sessão de quarta no Congresso para avaliação dos vetos presidenciais, Randolfe garantiu que o governo está pronto e que espera uma sessão exitosa. Ele disse que o governo está pronto para dialogar com as bancadas para alcançar consensos. “O governo está disposto a ceder parcialmente sobre os recursos a serem liberados nas emendas parlamentares”, completou.

 

Sobre a regulamentação da reforma tributária, o senador espera que até o final da semana os textos estejam nas casas. “O Ministério da Fazenda deverá enviar ainda nesta semana os dois PLs sobre a reforma”, concluiu.

 

Dylan Della Pasqua / Safras News

 

Copyright 2024 – Grupo CMA