Lucro líquido do Twitter cai para US$ 36,522 milhões no terceiro trimestre de 2019

97
twitter_celular_redes_sociais
O Twitter é uma das redes sociais mais acessadas do mundo. / Crédito: Pexels

O Twitter reportou lucro de US$ 36,522 milhões no terceiro trimestre de 2019, valor que representa uma queda de 95,3% dos US$ 789,179 milhões registrado no mesmo período de 2018. A receita subiu 8,65% na mesma base de comparação, para US$ 823,717 milhões.

Segundo relatório da empresa, houve aumento nas receitas dos Estados Unidos (alta de 10%), e internacional (aumento de 7%). A empresa afirmou que a baixa no lucro se deveu a problemas com alguns dos produtos durante o período, além de baixa na receita de conteúdo patrocinado devido à temporada de julho e agosto.

No entanto, ela destacou que houve melhora no algoritmo da rede social, além de maior acuidade na capacidade da empresa de deletar conteúdo abusivo. Segundo o Twitter, mais da metade do conteúdo retirado foi identificado pela empresa, sem a necessidade de denúncias de terceiros.

Além disso, a receita com publicidade totalizou US$ 702 milhões de julho a setembro de 2019, alta de 8% ante o mesmo período de 2018. Já a receita com licenciamento de dados e outros serviços totalizou US$ 121 milhões, alta de 12%.

A média de usuários ativos por dia subiu 17% no terceiro trimestre ante o mesmo período de 2018, para 145 milhões. A média de usuário internacionais subiu 17,34%, para 115 milhões, e a média nos Estados Unidos aumentou 15,38%, para 30 milhões de usuários.

Para o ano fiscal de 2019, a companhia espera que os gastos continuem na faixa de US$ 550 milhões e US$ 600 milhões. Para o quarto trimestre, o Twitter espera que a receita fique no intervalo entre US$ 940 milhões e US$ 1,01 bilhão, e que o lucro operacional seja entre US$ 130 milhões e US$ 170 milhões.