Lucro do Carrefour cai 17,7% no 1T20, a R$ 363 milhões

234
Foto divulgação: Carrefour

São Paulo – O lucro líquido do Carrefour Brasil caiu 17,7% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 363 milhões. O resultado foi pressionado pelo aumento das despesas da companhia, que ofuscou um crescimento de 12,7% na receita do período, para R$ 15,381 bilhões.

As vendas do grupo aumentaram em parte porque nas últimas duas semanas de março os consumidores buscaram estocar produtos.

“Esse crescimento apresentou uma combinação bastante equilibrada em sua composição, sendo 8,9% o crescimento no Varejo e 7% no Atacadão, fortemente sustentado pelos alimentos, que viram aumentar a demanda por produtos básicos”, disse o Carrefour.

No primeiro trimestre, o custo das mercadorias e serviços do Carrefour aumentou 13,8%, para R$ 12,260 bilhões, o que reduziu a margem bruta da companhia em 0,7 ponto porcentual (pp), para R$ 21,6%.

Isso, somado a um incremento de 9,6% nas despesas gerais, para R$ 1,115 bilhão, e a um crescimento de 50,4% em perdas com operações financeiras, para R$ 176 milhões, pesou sobre o resultado final da companhia.

O Carrefour citou diferentes motivos para o aumento dos custos no trimestre – desde um aumento das provisões no Banco Carrefour em março até despesas adicionais relacionadas a medidas adotadas pela companhia para lidar com a pandemia da covid-19.