Lucro da Toyota sobe 10,2% no ano fiscal de 2020, para US$ 19,27 bilhões

170
Hilux Toyota
Malagrine (foto: divulgação)

São Paulo – A Toyota reportou lucro líquido de 2,076 trilhões de ienes (US$ 19,273 bilhões) no ano fiscal de 2020, encerrado em 31 de março, alta de 10,2% ante o ano anterior. Na mesma base de comparação, a receita líquida somou 29,929 trilhões de ienes (US$ 277.8 bilhões), uma queda de 0,97%.

Os resultados de receita refletem os impactos da pandemia do novo coronavírus sobre as vendas em todo o mundo. O aumento na receita, no entanto, leva em conta um ganho por conta do marketing em regiões que ainda não haviam sido afetadas pela doença no início do trimestre.

No Japão, a Toyota reportou lucro operacional de 1,568 trilhão de ienes (US$ 145,6 bilhões), queda de 7,3% em comparação com o mesmo período no ano anterior. Na América do Norte o lucro operacional subiu 136,3%, para 270,6 bilhões de ienes (US$ 2,512 bilhões).

As vendas totais da Toyota somaram 8,958 milhões de unidades, queda de 18.372 em relação ao ano passado.

Para o ano fiscal de 2021, a companhia espera uma venda de 7 milhões de unidades. A previsão de receita total é de 24 trilhões de ienes e a de lucro operacional de 0,5 trilhão de iene.