Lucro da Pepsico cai 19,1% no segundo trimestre

336
Funcionário da Pepsi repõe refrigerador com Pepsi, Diet Pepsi e Mountain Dew / Foto: Pepsico

São Paulo – A PepsiCo reportou lucro líquido de US$ 1,646 bilhão no segundo trimestre deste ano, terminado em 13 de junho, o que representa uma queda de 19,1% em relação ao mesmo período do ano anterior. Na mesma base de comparação, a receita caiu 3,1%, para US$ 15,945 bilhões.

O resultado reflete o desempenho mais fraco no setor de bebidas da América do Norte e nos mercados internacionais. Segundo a PepsiCo, em comunicado, a empresa enfrenta desafios significativos e complexidades resultantes da pandemia de covid-19.

A receita orgânica, que exclui efeitos de aquisições e do câmbio, caiu 0,3%. O setor de bebidas na América do Norte, o maior da empresa em vendas, reportou queda de 6,6% na receita, para US$ 4,970 bilhões. Por outro lado, na Frito-Lay a receita avançou 6,6%, para US$ 4,273 bilhões.

Nas divisões internacionais, as vendas na América Latina caíram 16,9%, para US$ 1,567 bilhão, enquanto na Europa houve queda de 9,2%, para US$ 2,725 bilhões e na África, Oriente Médio e sul da Ásia a receita recuou 1,4%, para US$ 983 milhões.

“O ambiente permaneceu volátil e permanece muita incerteza quanto à duração e implicações a longo prazo da pandemia”, diz o executivo-chefe da PepsiCo, Ramon Laguarta. Assim, a empresa novamente não fornecerá projeções financeiras para o ano fiscal de 2020.