Líderes pediram “atuação conjunta” ao governo em almoço com Bolsonaro

145
Palácio do Planalto. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Brasília – O líder do governo no Congresso Nacional, Eduardo Gomes (MDB-TO) afirmou a jornalistas, ao sair de almoço entre o presidente da República, Jair Bolsonaro e parlamentares da base de governo que, além de ter sido conversada uma pauta diversa com os presentes, os lideres reforçaram a necessidade de uma “atuação conjunta com o governo”.

Segundo Gomes foram discutidos no encontro “assuntos diversos”. O parlamentar afirmou que o Congresso ainda estáretomando votações de forma semipresencial e que a semana do dia 22 será focada em sabatinas. É nesta semana, no dia 21, que a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ)deve sabatinar o desembargador indicado por Bolsonaro, Kassio Maruqes Nunes, a assumir a vaga deixada por Celso de Mello, que se aposenta do Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 13 de outubro.

Marques tem tratado com alguns senadores previamente à sua sabatina e participado de jantares com membros do Senado Federal. A indicação de Bolsonaro é vista com bons olhos pelos senadores.

Além disso ainda há movimentação intensa nos bastidores do Congresso Nacional para a instalação da Comissão Mista de Orçamento (CMO), onde além do orçamento de 2021 deve ser concretizada a fonte de recursos que será estabelecida para financiar o programa Renda Cidadã, anunciado pelo governo em setembro.