Lagarde, do BCE, pede união de mercado de capital verde na União Europeia

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde / Foto: BCE

São Paulo – A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, disse que a Europa precisa desenvolver uma união em torno de um mercado de capital “verde” para gerar dinheiro para investimentos sustentáveis do segmento.

“A União do Mercado de Capital Verde não só nos dá uma tremenda oportunidade de criar algo genuinamente europeu e com impacto imediato, mas também tem o potencial de transformar o bloco como um todo”, disse Lagarde em discurso à Comissão Europeia.

Para tal união, disse ela, o bloco precisa exigir que as empresas divulguem dados de sustentabilidade e criar uma supervisão europeia adequada de produtos financeiros verdes com selos oficiais da União Europeia.

“Também precisaríamos de um tratamento fiscal harmonizado dos investimentos em finanças sustentáveis regras nacionais de insolvência”, acrescentou Lagarde.

O BCE é um dos maiores compradores de dívida verde e, em parte devido às suas grandes compras, cerca de 60% de todos os títulos não garantidos sênior verdes foram emitidos na Europa no ano passado.