Kanye West anuncia candidatura presidencial e pode favorecer Trump

392
O rapper norte-americano, Kayne West / Foto: Instagram Kayne West

São Paulo – Kanye West anunciou no sábado que apresentará sua candidatura à presidência dos Estados Unidos em uma mensagem no Twitter que não traz muitos detalhes sobre os planos do rapper, que apoiou o atual chefe da Casa Branca, Donald Trump, em sua primeira campanha e também no atual processo de reeleição.

“Agora devemos cumprir a promessa de confiar em Deus, unificar nossa visão e construir nosso futuro. Vou me candidatar a presidente dos Estados Unidos”, disse West em uma mensagem na rede social, acompanhada de #2020VISION.

Até o momento, a equipe do rapper não sinalizou se a candidatura irá se materializar e se West se lançará por algum partido menor ou como independente. Ainda assim o executivo da fabricante de carros elétricos Tesla, Elon Musk, já anunciou apoio ao músico.

O estrategista global do Rabobank, Michael Every, alerta que existem sérios obstáculos legais para se votar em todos os 50 estados norte-americano nesse estágio: ou o West garante o apoio de um pequeno partido político ou concorre como independente, cujos prazos de inscrição já expiraram no Novo México e na Carolina do Norte. A eleição acontece em 3 de novembro.

“Certamente ele tem dinheiro para administrar, se assim o desejar, confundindo ainda mais os mares eleitorais. Mesmo dentro da díade republicana-democrata tradicional, há pouca clareza sobre o que cada candidato está oferecendo”, afirma Every.

Uma série de comentários na postagem de West sobre sua candidatura afirmam que o rapper retiraria os votos do democrata Joe Biden vindos da parcela afro-americana dos eleitores registrados que lideraram uma onda de protestos antirracistas recentemente nos Estados Unidos, o que poderia beneficiar Trump.

“[West] pode atrair votos de Biden e, portanto, ajudar Trump? Nada é certo a não ser a incerteza do momento”, acrescenta Every.