IPO da Petz é precificado em R$ 13,75 por ação e levanta R$ 2,7 bi

582

Por Cynara Escobar

São Paulo – A rede de produtos para animais de estimação Petz precificou o preço por ação em R$ 13,75, no âmbito da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de cunho misto, por meio da oferta de 24.489.796 novas ações primárias e 171.428.571 ações secundárias, levantando o montante total de R$ 2,69 bilhão.

A venda é coordenada pelo Itaú BBA, Bank of America, Santander, J.P. Morgan e BTG Pactual.

Em relatório, a Suno Research aponta que a Petz definiu a faixa de preço de suas ações entre R$ 12,25 e R$ 15,25, de modo que o preço médio da faixa é de R$ 13,75. Considerando, então, o preço médio da faixa, a companhia poderá levantar aproximadamente R$ 336,7 milhões de maneira que, após as deduções de comissões e despesas, os recursos líquidos somarão cerca de R$ 310 milhões.

Do montante arrecadado na oferta, 85% será destinado a abertura de lojas e hospitais e 15% a investimentos em tecnologia e digitalização. Segundo o analista Tiago Reis, da Suno Research, a recomendação é entrar no IPO até o ponto médio da faixa indicativa, isto é, R$ 13,75 na modalidade com lock-up de 45 dias.

“A opção pela oferta com lock-up se dá pelo fato de estarmos comprados no negócio para a tese de longo prazo. Desta forma, diminuímos a nossa chance de obter um rateio na solicitação da ordem para o IPO. Isto é, acabarmos com o valor inferior ao que solicitamos”, diz o relatório.