Investigação aponta deficiências e indícios de resultados manipulados na CVC

166
Foto divulgação: CVC Viagens

São Paulo – A CVC Viagens informou que o comitê de auditoria, com a participação de membro externo independente ad hoc e assessores externos contratados, concluiu o processo de apuração independente que tinha por objeto apurar os fatos relacionados às distorções identificadas pela companhia.

O processo identificou deficiências nos sistemas, processos e controles relacionados à escrituração contábil da empresa, que contribuíram para ocorrência de distorções nas demonstrações financeiras.

A investigação encontrou ainda evidências de que deficiências nos controles internos da contribuíram para a ocorrência das distorções contábeis, evidências de que as deficiências foram ocultadas por colaboradores da CVC dos auditores externos e indícios, não conclusivos, de que os resultados da empresa podem ter sido intencionalmente manipulados.

Diante disso, a operadora e iniciou a implementação de um plano de ação com o objetivo de fortalecer sua governança corporativa e adequar seus sistemas, processos e controles relacionados à preparação de suas demonstrações financeiras.

O conselho de administração, por sua vez, avaliará as medidas adicionais que a companhia deve tomar diante dos fatos apurados.

Por fim, a empresa afirmou que espera divulgar os resultados financeiros auditados de 2019 até o dia 31 de agosto, assim como os resultados do primeiro trimestre de 2020.