Inflação do milho pode impactar ganhos em proteínas, diz BoFA

milho, plantação de milho, grãos, milharal
Foto: Sandra Brito/Divulgação: Embrapa

São Paulo – O Bank of America (BoFA) apontou risco de inflação dos preços do milho, o que pode impactar os ganhos das companhias de proteína. A análise é baseada no aumento de preços do grão registrado ontem, em Chicago, após divulgação do relatório de estoques de grãos para 20/21 e de plantio prospectivo para 21/22 pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.

Em relatório, os analistas disseram que os estoques finais vieram em linha com as expectativas, confirmando uma queda significativa em relação ao ano anterior. Já a projeção de área plantada de soja e milho ficou abaixo das estimativas do consenso.

“Embora a área deva subir na comparação anual, não deve ser suficiente para normalizar os estoques após um mercado muito apertado em 20/21, o que deve favorecer a alta dos preços dos grãos”, concluíram os especialistas.

No entanto, eles acreditam que o impacto nas margens pode ser mitigado com diversificação, gerenciamento eficaz de custos e reajustes de preços dos produtos e, com isso, mantiveram a recomendação de compra para JBS, BRF, Marfrig e Minerva.