Índice de preços ao consumidor da eurozona sobe 8,6% em junho em base anual

304
Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – O índice harmonizado de preços ao consumidor dos países que compõem a zona do euro subiu 8,6% em junho na comparação com o mesmo período de 2021, após a alta de 8,1% em maio, segundo dados preliminares divulgados pela agência de estatísticas Eurostat.

Olhando para as principais componentes da inflação na área do euro, espera-se que a energia tenha a taxa homóloga mais elevada em junho (41,9%, ante 39,1% em maio), seguido por alimentação, álcool e tabaco (8,9%, ante 7,5% em maio), bens industriais não energéticos (4,3%, ante 4,2% em maio) e serviços (3,4%, ante 3,5% em maio).

As taxas anuais mais baixas foram registadas em Malta (6,1%) e França (6,5%). As taxas mais altas foram registradas na Estônia (22,0%), Lituânia (20,5%) e Letônia (19,0%).