Honda segue setor e suspende produção no Brasil a partir de terça-feira

São Paulo - Pátio de montadora em São Bernardo do Campo

São Paulo – A Honda anunciou a parada temporária de suas linhas de produção de automóveis em Sumaré e Itirapina, no estado de São Paulo, de 30 de março a 9 de abril. A retomada está prevista para 12 de abril e o formato de compensação das horas não trabalhadas no período está em negociação com o sindicato, informou a empresa, em nota.

“A Honda reforça que as medidas adotadas visam preservar a saúde e segurança das pessoas. Além disso, a empresa segue empenhada em minimizar os impactos da pandemia em sua cadeia de valor, bem como, os inconvenientes ao consumidor”, disse o comunicado.

Outras sete montadoras anunciaram paralisações no País desde a última semana: Renault do Brasil, Toyota, Nissan, Mercedes-Benz, Scania, Volvo e Volkswagen.

Em 19 de março, a Volkswagen foi a primeira a tomar a decisão, informando a suspensão da produção das fábricas e São Bernardo do Campo, Taubaté, São Carlos, em São Paulo, e São José dos Pinhais, no Paraná, de 24 de março até 4 de abril, devido ao agravamento da pandemia.