Governo norte-americano volta a criticar barreiras comerciais da UE

Por Carolina Gama

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a criticar a política comercial da União Europeia (UE), dizendo que há barreiras injustas para os produtores norte-americanos.

Foto: Etienne Ansotte/Serviço Audiovisual da Comissão Europeia

“União Europeia: muito, muito difícil”, disse Trump discurso no Clube Econômico de Nova York. “As barreiras que eles impõem são terríveis. Sob muitos aspectos, piores do que as da China”, acrescentou.

A declaração de Trump sobre o comércio era bastante aguardada, pois esperava-se que ele anunciasse o adiamento por mais seis meses da imposição de tarifas de até 25% aos automóveis importados da Europa.

O prazo para uma decisão é quarta-feira e já foi adiada uma vez antes, em maio. No início deste ano, Trump instruiu o escritório de Representação Comercial dos Estados Unidos a negociar acordos com a UE e o Japão para enfrentar uma ameaça à segurança nacional “que causa danos ao setor automobilístico norte-americano”.

Os Estados Unidos assinaram um acordo comercial limitado com o Japão em setembro, provavelmente eliminando a ameaça de tarifas aos carros japoneses. Mas não houve acordo com a UE até agora.

“Temos um acordo recente com o Japão, que eu classifico como um acordo parcial, mas que foi um importante passo para o equilíbrio do comércio com os Estados Unidos”, disse Trump em Nova York.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com