Genial vê cenário competitivo em 2022 para o setor de aviação

Foto: Pexels

São Paulo – A Genial Investimentos espera que o setor de aviação enfrente um cenário mais competitivo em 2022 e tenha dificuldade de repasse de custo em um ano eleitoral e com o enfraquecimento do PIB.

Em relatório divulgado hoje, os analistas da corretora atualizaram o preço-alvo das ações da Azul de R$ 25,42 para R$ 28,00, com recomendação de compra. Já para a Gol, o preço-alvo foi reduzido de 18,18 para R$ 16,00, com a recomendação de venda.

“O setor aéreo foi um dos mais atingidos pela pandemia, devido à restrição de circulação e suspensão de diversos voos. Após a pior fase da pandemia, o setor já recuperou praticamente toda a sua oferta de assentos (ASK). O principal motivo foi a grande adesão dos brasileiros as vacinas e a queda do número de casos e mortes pelo coronavírus”, disse a Genial.

Para os analistas, a recuperação da oferta e da demanda não conseguiram retornar os patamares de margens observados antes da pandemia pela desvalorização cambial e da alta do preço do petróleo, responsável pelo maior custo das companhias aéreas.

“Estamos com uma visão mais positiva para a Azul do que Gol pela vantagem competitiva da Azul de não possuir competição em suas rotas, dando o poder de repasse de custos muito superior que seus concorrentes. A Gol compete com a LATAM em suas rotas, que tem aumentado bastante a capacidade e isso impede o poder de repassar os custos com o aumento de tarifa. Além disso, a Gol é mais exposta à demanda corporativa, que ainda não retomou por completo, e aos grandes centros, que acreditamos que não será o vetor de crescimento pela frente, já que essas regiões sempre foram bem atendidas no Brasil”, finalizou.

Bruno Soares / Agência CMA

Copyright 2021 – Grupo CMA