FMI eleva projeção de alta do PIB dos EUA em 2019 de 2,3% para 2,6%

bandeira EUA Estados Unidos
Foto: Divulgação/ Casa Branca

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – O Fundo Monetário Internacional (FMI) revisou para cima sua projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos para este ano e o próximo, mas a tendência continua sendo de desaceleração devido aos riscos provenientes da atual disputa comercial com a China.

Para 2019, o FMI espera alta de 2,6% no Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano, após a previsão de alta de 2,3% divulgada anteriormente, em abril. Para 2020, a estimativa foi revisada de 1,9% para 2,0%.

“Uma expansão fiscal implantada em 2017 e 2018 – reduções de impostos e um aumento nos gastos de defesa e de não defesa ajudaram a trazer o crescimento anual para 2,9% em 2018. No entanto, na medida em que os efeitos desse impulso fiscal se desvanecerem nos próximos anos, o crescimento voltará ao potencial (de cerca de 1,75%)”, diz o FMI, em relatório sobre a economia norte-americana.

Além disso, “um aprofundamento das disputas comerciais em curso ou uma reversão abrupta das recentes condições favoráveis do mercado financeiro representam riscos materiais para a economia dos Estados Unidos (com efeitos negativos de contágio simultâneos)”.

Segundo o FMI, os riscos estão ligados à incerteza da política comercial, um fator importante para as condições financeiras domésticas e globais, bem como para decisões de investimento de empresas. “Por outro lado, um acordo do Congresso que aumente os limites de gastos orçamentários ou uma resolução positiva das tensões comerciais pode fornecer um apoio favorável à atividade”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com