Fluxo de veículos cai 4,2% nas rodovias pedagiadas em novembro

228

São Paulo, 11 de dezembro de 2020 – O fluxo total de veículos nas estradas pedagiadas manteve a tendência de queda em novembro, com recuo de 4,2% na comparação anual, de acordo com o índice da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), em parceria com a Tendências Consultoria, impactado pelo isolamento social devido a efeitos mais severos da pandemia para leves do que pesados.

No período, o fluxo de leves caiu 7,1% e o de pesados cresceu 4,5%, associado à rápida recuperação das perdas durante a pandemia do setor industrial, disse a entidade. Na comparação mensal, o fluxo total ficou estável do em novembro ante outubro, sendo que os veículos leves caíram 0,6% e os pesados tiveram elevação de 1,8%.

Nos últimos 12 meses, o índice ABCR registra queda de 12,6%, sendo que o de leves caiu 16,1% e o de pesados recuou 1,7%. No acumulado do ano, até novembro, na comparação com o mesmo período de 2019, o fluxo total caiu 13,9%, enquanto o de leves retraiu 17,8% e o de pesados teve baixa de 1,9%.

Em São Paulo, o fluxo total de veículos teve queda de 6,1% em novembro na base anual, enquanto na comparação mensal, com ajuste sazonal, houve alta de 0,5%. No Rio de Janeiro, por sua vez, o fluxo total caiu 2,4% no mês passado na comparação anual, sendo que na base mensal, com ajuste sazonal, houve alta de 0,2% em relação a outubro.