Fizemos compromissos por Indo-pacífico livre e aberto, diz Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, no Salão Oval da Casa Branca / Foto: Casa Branca

O presidente norte-americano, Joe Biden, abriu a primeira reunião presencial do Quad (aliança entre Estados Unidos, India, Austrália e Japão) reafirmando o compromisso do grupo de “garantir um indo-pacífico livre e aberto” e uma produção conjunta de 1 bilhão de vacinas contra covid-19 para países da região.

“Estou feliz de dizer que hoje fizemos muito progressos para garantir a liberdade da região indo-pacífica”, afirmou ele durante o discurso de abertura transmitido virtualmente. “Juntos, enfrentamos os desafios de nossa era”.

Entre os compromissos assumidos pelo grupo estão a produção de 1 bilhão de doses de vacinas contra covid-19 em território indiano para distribuição de países subdesenvolvidos na região, investimento em formas de transporte com zero emissão de gases de efeito estufa e programas de fomentação de educação e pesquisa com intercâmbio de cientistas entre os países.

“O Quad é uma forma de mostrar que as democracias funcionam e se mostram avançando cada vez mais”, afirmou o primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison. “Queremos garantir um Indo-pacífico livre de coerções”. Morrison também apontou que a distribuição das doses de vacinas será feita em maior parte pelos australianos.

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, por sua vez agradeceu a suspensão de sanções norte-americanas impostas à importação de produtos do Japão. “Foi um pedido meu ao presidente Biden que tem feito a diferença em nossa recuperação da pandemia”, disse ele.

A aliança realizada entre os quatro países tem como principal alvo a China, que vem pressionando diversos países da região para cederem espaço territorial. Postos militares chineses foram instalados em algumas ilhas do Indo-pacífico, principalmente no Mar da China Meridional, o que resultou em acusações de coerção por parte dos Estados Unidos e seus aliados.