Federal Reserve acelera processo de emissão de moeda digital própria

Foto: Freeimages.com/ Raphael pto

São Paulo – O presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, anunciou que o banco central norte-americano publicará neste verão – no hemisfério norte – um documento que explorará as implicações da tecnologia para pagamentos digitais, com um foco na possibilidade de emissão de uma moeda digital própria. O material, segundo ele, complementará a pesquisa do Federal Reserve System que já está em andamento.

Em um vídeo gravado e publicado no site da instituição, Powell diz que o Federal Reserve está estudando e explorando maneiras de refinar seu papel como provedor principal de serviços de pagamento e como autoridade emissora de moeda dos Estados Unidos.

“Como banco central dos Estados Unidos, o Federal Reserve está encarregado de promover a estabilidade monetária e financeira e a segurança e eficiência do sistema de pagamentos”, disse ele. “Na busca por essas funções essenciais, temos monitorado e nos adaptado cuidadosamente às inovações tecnológicas que agora estão transformando o mundo dos pagamentos, finanças e bancos”, acrescentou.

Para Powell, as novas tecnologias oferecem mais possibilidades aos bancos centrais, permitindo o desenvolvimento e a emissão de moedas digitais próprias (CBDCs, na sigla em inglês). Um CBDC é um novo tipo de passivo do banco central emitido em formato digital. Embora várias estruturas e tecnologias possam ser usadas, um CBDC pode ser projetado para uso pelo público em geral.

Na mensagem, Powell diz ainda que à medida que o Federal Reserve explora os benefícios e riscos potenciais dos CBDCs, o foco principal é se e como um CBDC poderia melhorar um sistema de pagamentos doméstico dos Estados Unidos já seguro, eficaz, dinâmico e eficiente em sua capacidade de atender às necessidades das famílias e negócios.

“Achamos importante que qualquer CBDC potencial possa servir como complemento, e não como substituto, do dinheiro e das formas digitais atuais do setor privado do dólar, como depósitos em bancos comerciais”, afirmou ele.

“O projeto de um CBDC levantaria importantes políticas monetárias, estabilidade financeira, proteção ao consumidor, questões jurídicas e de privacidade e exigirá reflexão e análise cuidadosas – incluindo contribuições do público e de autoridades eleitas”, acrescentou.