Fed vai agir de forma apropriada para sustentar a economia, afirma Powell

Por Gustavo Nicoletta

São Paulo – As três semanas que sucederam a última reunião de política monetária do Federal Reserve trouxeram novas evidências de desaceleração no crescimento mundial e o banco central pretende agir de forma “apropriada” para sustentar a expansão econômica nos Estados Unidos, que continua apresentando um bom desempenho geral, disse o presidente da instituição, Jerome Powell, num discurso preparado.

“Estamos cuidadosamente monitorando os acontecimentos conforme avaliamos suas implicações sobre a perspectiva dos Estados Unidos e o rumo da política monetária”, disse ele. “As três semanas desde a reunião de julho foram cheias de eventos, a começar pelo anúncio de novas tarifas de importação à China. Vimos mais evidências de uma desaceleração global, notavelmente na Alemanha e na China”, acrescentou.

O presidente do Fed também destacou que “os eventos geopolíticos também apareceram muito no noticiário, inclusive a possibilidade crescente de um ‘hard Brexit’ [rompimento do Reino Unido com a União Europeia sem um acordo prévio], o aumento nas tensões em Hong Kong e a dissolução do governo italiano.”

Powell destacou que percebeu a reação forte do mercado a este cenário complexo – com queda acentuada nas taxas de juros, para perto das mínimas pós-crise, e volatilidade nos mercados de ações -, mas ressaltou que a economia dos Estados Unidos, em geral, continuou a ter um “bom desempenho”.

“A criação de emprego diminuiu em relação ao ritmo do ano passado, mas ainda está acima do crescimento da força de trabalho. A inflação parece estar se aproximando de 2%. Com base na avaliação das implicações destes acontecimentos, vamos agir conforme apropriado para sustentar esta expansão, com um mercado de trabalho forte e inflação perto do objetivo de 2%”

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com