Fed não pode acompanhar concorrência “mentalmente”, diz Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Foto: Divulgação/ Casa Branca

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mais uma vez pressionou o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) a cortar a taxa básica de juros do país, para dar vantagem competitiva à economia norte-americana.

“Nosso Federal Reserve não pode ‘mentalmente’ acompanhar a concorrência – outros países. No G-7, na França, todos os outros líderes ficaram tontos com o baixo custo de juros. A Alemanha está realmente ‘sendo paga’ para pedir dinheiro emprestado – mais taxa de juros zero! Nenhuma ideia Fed!”, disse Trump, no Twitter.

A próxima decisão de política monetária do Fed será divulgada no dia 18 de setembro. Na reunião anterior, de julho, o banco central cortou os juros pela primeira vez desde 2008, em 0,25 ponto percentual (pp), para a faixa entre 2,00% e 2,25% ao ano.

Trump tem feito diversas críticas ao Fed e ao presidente do banco central, Jerome Powell, acusando-os de dificultar a expansão da economia norte-americana e prejudicar a competitividade do país ao deixar de corta ainda mais a taxa básica de juros do país.

No final se semana, Trump participou da reunião do G-7 (grupo composto por Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Canadá), em Biarritz, na França.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com