Fed expande mecanismo de empréstimo a municípios dos EUA

158
Fachada do Federal Reserve de Nova York / Foto: Flickr/ Alan Wu

São Paulo – O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) anunciou uma ampliação em seu mecanismo de empréstimo para municípios, visando a incluir mais cidades e condados dos Estados Unidos para vender dívida ao programa do Fed, em meio à pandemia do novo coronavírus.

“Sob os novos termos, todos os estados dos Estados Unidos poderão ter pelo menos duas cidades ou condados elegíveis para emitir notas diretamente para o Mecanismo de Liquidez Municipal o (MLF), independentemente da população”, diz o Fed, em comunicado.

Os governadores de cada estado também poderão designar para o mecanismo dois emissores em suas jurisdições cujas receitas geralmente derivam de atividades operacionais do governo (como transporte público, aeroportos, portagens e serviços públicos).

Ainda segundo o Fed, além dos novos termos, o mecanismo continua aberto diretamente aos estados dos Estados Unidos, ao Distrito de Columbia, às cidades com uma população de pelo menos 250 mil residentes, aos condados uma população de pelo menos 500 mil residentes e a algumas entidades multiestaduais.

O MLF foi lançado no dia 9 de abril visando a oferecer até US$ 500 bilhões em empréstimos a estados e municípios “para ajudar a gerenciar as tensões no fluxo de caixa causadas pela pandemia do novo coronavírus”, como parte de um pacote mais amplo de US$ 2,3 trilhões.