Fed avalia com cuidado a emissão do dólar digital, diz Powell

Foto de notas de dólar
Foto: Freeimages.com/ Mokra

São Paulo – O Federal Reserve (Fed) está avaliando com cuidado a emissão do dólar digital, segundo o presidente do banco central norte-americano, Jerome Powell, alertando para as implicações técnicas e de política monetária no processo.

“As moedas digitais são prioridade para os projetos do Fed, no entanto, diante da condição de reserva internacional do dólar, não temos a necessidade de sermos o primeiro banco central a ter uma moeda digital própria. Queremos fazer isso com a maior clareza e certeza possível”, disse ele durante o primeiro dia de depoimentos ao Congresso norte-americano.

Participando ontem de uma conferência virtual realizada pelo The New York Times, a secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, disse que os bancos centrais deveriam examinar a criação e a emissão de moedas digitais soberanas.

Conforme citado no Times, Yellen disse que um dólar digital, supervisionado pelo Federal Reserve, atrelado ao blockchain, poderia resultar em “pagamentos mais rápidos, seguros e baratos”.

“As moedas digitais estão sendo observadas e estudadas por todos os bancos centrais ao redor do mundo. Acredito que com o avanço da tecnologia, elas são uma tendência”, afirmou Powell ao Comitê Bancário do Senado.

As declarações de Powell hoje e de Yellen ontem acontecem depois que o bitcoin, a criptomoeda mais popular do mundo, bateu recordes sucessos na semana passada, superando os US$ 56 mil.

Esse avanço aconteceu depois que a fabricante de veículos elétricos Tesla anunciou um investimento recente de US$ 1,5 bilhão em bitcoin e a empresa de meios de pagamento Mastercard e o banco NY Mellon indicaram dias depois que aceitariam o uso de criptomoedas em seus serviços.