Fed anuncia ampliação de operação repo para o fim do ano

321
Prédio do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em Washington. Foto: Divulgação/ Federal Reserve

Por Carolina Gama

São Paulo – A unidade do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Nova York anunciou o aumento da quantidade de fundos que injetará no mercado via operação conhecida como repo para ajudar os investidores a atravessar o período de final de ano, quando os bancos estão menos dispostos a emprestar dinheiro.

O Fed expandiu a operação de recompra overnight tanto de 31 de dezembro e como 2 de janeiro para pelo menos US$ 150 bilhões, e informou que oferecerá uma recompra de US$ 75 bilhões em 30 de dezembro. O banco central norte-americano também indicou que oferecerá outra operação de recompra de longo prazo de pelo menos US$ 50 bilhões no final do ano.

Ontem, em sua coletiva de imprensa após decisão de política monetária, o presidente do Fed, Jerome Powell, disse que o banco central norte-americano iria ajustar o prazo e os valores de suas operações compromissadas para mitigar o estresse nos mercados de financiamento de curto prazo.

As intervenções de recompra do Fed recebem títulos do Tesouro e hipotecas de bancos elegíveis, o que é efetivamente um empréstimo de curto prazo em dinheiro do banco central, garantido pelos títulos.

As operações do mercado monetário do Fed visam garantir que o sistema financeiro tenha liquidez suficiente para manter as taxas de empréstimos de curto prazo estáveis e consistentes com as metas do Fed, com a taxa básica de juros do banco central permanecendo dentro da meta de 1,5% a 1,75%. O Fed disse repetidamente que as operações de recompra são de natureza técnica e não têm implicações econômicas mais amplas.