Faria sentido desmembrar PEC paralela, diz Marinho

Por Gustavo Nicoletta

São Paulo – A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) em discussão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, que prevê alterações adicionais à reforma da Previdência e ficou conhecida como PEC Paralela, faria mais sentido se fosse dividida em duas, segundo o secretário da Previdência, Rogério Marinho.

Em entrevista à GloboNews, ele disse que considera melhor separar o trecho que prevê a inclusão de estados e municípios na reforma da Previdência do trecho que traz dispositivos para aumentar a arrecadação destinada à seguridade social.

“Acho que é mais razoável que haja desmembramento, mas quem vai decidir é o Senado”, disse Marinho. “Na hora em que se propõe retirada de isenções de [contribuições previdenciárias] de filantrópicas e reoneração de exportadores, o nível de resistência no Senado e na Câmara será muito maior”, disse ele. “Se você separar os dois assuntos, há possibilidade de melhorar aprovação a estados e municípios”, acrescentou.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com