Facebook e Instagram restauram conta de Trump após 2 semanas de bloqueio

São Paulo – O Facebook e o Instagram restauraram ontem as contas do presidente dos Estados Unidos em final de mandato, Donald Trump, após um bloqueio de duas semanas na sequência da invasão ao Capitólio. A conta no Twitter segue suspensa.

Trump foi barrado da maioria das plataformas – Facebook, Twitter, Instagram, Snapchat e YouTube – depois que fez um discurso, no dia 6 de janeiro, pedindo que seus apoiadores fossem ao Capitólio contestar o resultado da eleição de novembro.

O chamado acabou na invasão do Capitólio que, na ocasião, abrigava uma sessão do Congresso para a certificação da vitória de Biden no pleito. Cinco pessoas morreram em decorrência do confronto entre a polícia e os manifestantes.

No dia seguinte, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou que as contas de Trump seriam suspensas para facilitar uma transição pacífica de poder. Já o Twitter, o modo preferido de comunicação pública de Trump, suspendeu a conta pessoal do presidente e outros associados de forma permanente “devido ao risco de mais incitação à violência”.