Fabricante entrega 17 jatos comerciais e 27 executivos no terceiro trimestre

113

Por Allan Ravagnani

São Paulo – A Embraer entregou um total de 44 aviões no terceiro trimestre de 2019, dos quais 17 foram jatos comerciais e 27 jatos executivos (sendo 15 leves e 12 grandes). A carteira de pedidos firmes a entregar em 30 de setembro totalizava US$ 16,2 bilhões.

No começo do terceiro trimestre, a Embraer assinou um contrato com a SkyWest para um pedido firme de sete jatos E175 configurados para 70 assentos. A SkyWest irá operar os aviões para a Delta.

O pedido tem um valor de US$ 340 milhões, com base nos atuais preços de lista da Embraer, e já havia sido incluído na carteira de pedidos (backlog) da Companhia do segundo trimestre como “cliente não divulgado”. As entregas estão previstas para começar no quarto trimestre deste ano.

No trimestre, a Embraer também entregou o primeiro jato E195-E2, maior das três aeronaves da família E-Jets E2 de jatos comerciais, para a AerCap, maior companhia de arrendamento de aeronaves do mundo, e para a Azul Linhas Aéreas Brasileiras. A Azul é a operadora de lançamento global do E195-E2. A companhia aérea encomendou 51 aviões do mesmo modelo e receberá outras cinco unidades ainda em 2019.

EXECUTIVA

No segmento de Aviação Executiva, a Embraer anunciou acordo de compra com a empresa norte-americana Flexjet, uma das líderes globais no mercado de transporte via jatos particulares. O negócio inclui uma frota de jatos Praetor 500, Praetor 600 e Phenom 300. O anúncio ocorreu durante a NBAA-BACE (National Business Aviation Association’s Business Aviation Conference and Exhibition), em Las Vegas, no estado de Nevada, nos Estados Unidos.

Com valor de US$1,4 bilhão, conforme atuais preços de lista, o acordo foi incluído na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do segundo trimestre de 2019.

DEFESA

O Governo de Portugal anunciou um pedido firme para cinco aviões de transporte aéreo multimissão KC-390, representando a entrada da aeronave no mercado internacional. O contrato, assinado nas instalações da Embraer em Évora, Portugal, também inclui suporte e serviços e um simulador de voo.

A aquisição faz parte do processo de modernização das capacidades da Força Aérea Portuguesa para apoiar as operações das Forças Armadas de Portugal e aumentar a prontidão em missões de interesse público. As entregas estão programadas para começar em 2023. Este contrato será incluído na carteira de pedidos da Embraer do quarto trimestre de 2019.

A Embraer também entregou o primeiro KC-390 à Força Aérea Brasileira (FAB), na Base Aérea de Anápolis (GO), dando início aos preparativos para a entrada da aeronave em serviço na FAB, onde será operada pelo Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1 GTT). Treinamentos teóricos e práticos vem sendo conduzidos pela Embraer, junto às equipes da FAB, para o início das

operações da aeronave.